03 outubro 2006

Saudade



Quando sentires uma breve brisa entre os lábios,
Não te assustes, pois é o meu desejo
que te beija em silêncio.

2 comentários:

Anónimo disse...

A brisa que me visita todos os dias é aquela doce recordação de um sublime final de tarde que teima em não se repetir.

Diva disse...

Ilustre desconhecido...
Quem sabe mais cedo do que pensas acontece?
Bjs meus