26 junho 2007

Madrugada Indecente

Deveria ser apenas mais um telefonema igual a tantos. Enganei-me. Na voz daquele estranho, um presente envolto em delicias de aromas desconhecidos. A química foi imediata. Transbordava a cada pedido inusitado. Eu queria. Ele oferecia.
A pele nua suava desejo pelo desconhecido, as palavras brotavam de ambos com tesão e paixão. Sabia a exaustão do depois prestes a acontecer. Desatino igualavel a qualquer filme que passa na memória da pele intocada. Ainda. Eu entregava. Ele recebia.
Instantes em que o extase se deixa fluir entre o ámago e a flor da pele. Loucura. Em segundos mal contados o orgasmo se fez parceiro perfeito do que queriamos. Aconteceu. Eu tremi. Ele gemeu.
Esperemos... que o telefone torne a tocar novamente, fora de horas!

7 comentários:

Blog se vê ... a Lua disse...

Adorei teu site, ainda nao tive oportunidade de ver tudo!
"apaixonei-me" pelas palavras q escreveste! pela descrição que fizeste! terá sido mera cuincidencia?... aconteceu-me algo assim a 2 anos! foi inesperado, magico, louco! foi tal e qual assim! o desejo, o desconhecido! e o envolvimentos tórrido de 2 corpos! e dura até hoje... cada um tem sua vida... muita coisa ja passou! mas a certeza e que nao nos conseguimos separar um do outro nem da nossa outra vida .. essa e q é essa! beijocas e continua inspirada! ahh tb adorei o comentário de.. a 3! boa! e fixe! altamente!!.. sem comentarios ..adorei! tb

a lua ..

Jac C. disse...

Ai como vc é ousada!...rs
Admiro tanto isso.
Quem dera eu pudesse faze-lo.
Mas trago algemas dentre meus escritos.
Parabéns pela ousadia das palavras e pela atitude.
Bye!

Valentim disse...

Um telefonema desses não tem como dizer que está longe um do outro. Parabens pelo texto. Beijos.

Lu@r disse...

Uma voz e a imaginação que nos leva a atingir momentos intensos.

Adorei...
Beijo doce

cm disse...

o desejo feito de palavras sentidas deslizando sobre a pele...um doce e feliz dia

Diva disse...

... O telefone tocou a pouco... mas nao pude atender... snif snif. Sei que tocara quando a madrugada chegar.
Bjs meus

Dias... disse...

Que o teu telefone toque quantas vezes o quiseres, de dia ou de noite. Mas que textos tão ricos apenas sejam postados à tardinha, para que não os tenhamos de ler a estas horas irremediavelmente distantes da parceira e juntinhos do desejo que fica...

Beijo de parabéns