25 julho 2007

Brasa


Quero-te no sussurro de um não chamando pelo sim, no amargo sabor da loucura que será ousar querer-te.
Minha pele ainda arde no fervor do que foi a tua língua perdida entre as minhas coxas.
Meu corpo ainda treme ao roçar tua alma perdida na loucura do teu sexo na minha boca.
Não consigo recordar-me do que teimo em desconhecer... Essa doce chama que me queima a razão.
É nesse calor, nesse fumo negro, nesse fogo rubro em que habitas no meu ser... que também te vais queimar.

P.S. Tou sem sono... escrevo coisas sem nexo... culpa de quem não me disse boa noite. Tua? Sim... de quem mais poderia ser?


10 comentários:

un dress disse...

queimação...:)

Sutra disse...

UI... que me queimo nesse fogo ;-)

Bj doce

Lu@r disse...

Assim gosto de ler, essa loucura de querer.

Beijo diurno

A.S. disse...

Esta manhã encontrei cada silaba do teu nome nos meus sonhos...


Beijo_____teeee

Josse disse...

Que esta chama se mantenha por muito tempo.
Adorei a sua casa.
Beijos

Anónimo disse...

Queria-te aqui...

...rodear-te o corpo como uma serpente

...Enroscar-me em ti

no teu corpo quente e ávido de desejo

E amar-te do jeito que tu gostas...


P.

Dawa disse...

Hum... Sem nexo?! Não me parece...
eheh
Beijinho

mixtu disse...

yayaya
ele não te diz boa noite e depois eu é que pago em ler cousas sem nexo
yayaya
(estou a brincar)

abrazço europeu

Dias... disse...

Têm bastante qualidade as tuas "coisas sem nexo" :)

Beijo

mitro disse...

Ah, que maravilhoso arder!