15 setembro 2007

...



7 comentários:

un dress disse...

ele morre sozinho.

depois é preciso deixar o cadáver ser apenas cadáver.

e guardar cuidadosamente a sua mmemória...


beijO

Anónimo disse...

querida,por onde andas?

beijo-te

Flash disse...

Desculpa discordar.
O momento mais forte é quando amamos, mesmo, de verdade.
Quando queremos que o amor morra é porque ele já não existe... é outra coisa qualquer, mas não amor.
Quando se ama, ama-se!

Bju

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

Tempo.
O Momento.
A Vida.
Três palavras de simples entendimento
para alguns, e muito complexamente
interpretada pelos outros.
Posso classificar-me, no grupo
"outros".

O Tempo passa corrido. Quando menos
esperamos, algo que parecia estar
tão distante e tão confuso, tornam-se,
repentinamente,
muito próximo, muito exclarecido.
Eu não entendo o Tempo.
O Momento é o agora. O presente.
Uma coisa instantanea que se revela
naturalmente ao abrir de nossos olhos;
no ar que respiramos. Esse, tem de
ser bem aproveitado e curtido.
Afinal, não sabemos o que seremos amanhã.
Eu não entendo o Momento.
A Vida. O que posso conceituar sobre a vida...
Emoções. Paixões. Sofrimentos. Alegrias.
Lágrimas. Perdão. Saudades. Amor.
Essa, é uma graça que recebemos,
e cabe a nós construí-la e
realmente vivê-la intesamente, como
se fosse o último Tempo,
o último Momento.
Eu não entendo a Vida.
Definitivamente,
eu não me entendo

E.Adriano disse...

Cumprimentos..

Passei para ver .... e gostei do que vi.


Um bjs..

Leonardo Vieira disse...

Minha cara Diva;

Quando se Ama alguém de verdade, quer se ver essa pessoa feliz. Se esse objectivo não é alcançado, talvez seja melhor deixá-la pertir, para assim poder ser feliz...

Bjs

Um Momento disse...

O amor não morre...
Pode parecer que sim...
Mas jamais morre
Deixo um beijo
(*)