07 novembro 2007

Let's play... (Hotel Avenida)

Meus quidos tudo indica que so postarei novamente ao domingo, para que não sintam muito a minha falta deixo aqui uma brincadeira que espero que curtam.
Vou deixar um trecho de uma história que conto apenas a primeira parte dai em diante é com vocês, ou seja quem comentar deve escrever uma parte do que acha que aconteceu a seguir e assim por diante, aquele que chegar depois segue o rasto do comentário deixado anteriormente mas nao finalizem, usem a imaginação e rumem até onde quiserem e, quando eu voltar finalizo a história de acordo com o caminho que vocês me levarem. Combinado? Então aqui fica o começo da história:

“Ela não passou desapercebida desde o momento que saiu do taxi naquela rua pouco movimentada.
Os sapatos de salto alto em verniz preto e sola vermelho sangue foi o que mais impressionou ao porteiro. Inevitavelmente ele de imediato reparou nas pernas longas e bronzeadas que se deixavam transparecer por baixo da saia de cetim preto que ia até um pouco abaixo dos joelhos.
Subiu pelo elevador espelhado e pressionou o botão do sétimo andar. Já passavam das 11 da noite quando bateu levemente a porta do 708 do Hotel Avenida...
Poucos instantes depois a porta se abriu, ela mal falou com quem á recebeu, pouco tinha por falar, ou eram tantas as palavras que a boca se negava a dize-las...”

17 comentários:

Rogério Felício disse...

...e quem a recebeu também nada falou.
Não por falta de palavras,mas sim por estar atónito com sua divina presença ali...

Pearl disse...

...sentou-se lentamente no divã, enquanto lhe ofereciam um copo! as palavras não queriam fluir, sorveu um gole daquela bebida para desobstruir a garganta...

serenidade disse...

palavras??? tantas que ficam por dizer...tantas que se dizem e nos arrependemos...

Espero ...

Serenos sorrisos

Valentim disse...

e ambos foram se amando e suspirando ardentemente.

Leonardo Vieira disse...

...Mas antes, ele se mostrou um DON JUAN à Moçambicana.
Recorreu a uvas Sultanas, Um Espumante (que já estavam a beber) e percorreu o corpo esguiu dela dos pés à cabeça, parando...

Leonardo Vieira disse...

...Mas antes, ele se mostrou um DON JUAN à Moçambicana.
Recorreu a uvas Sultanas, Um Espumante (que já estavam a beber) e percorreu o corpo esguiu dela dos pés à cabeça, parando...

Flash disse...

...parando em cada recanto e sorvendo da sua pele o D. Perrignon de 1966 bem gelado que escorria lentamente no seu corpo quente e que a fazia arrepiar a pele morena.
Lá em baixo, na Avenida passavam os carros apressados e por aqui, nas alturas do 708 paravam-se os relógios e desligavam-se os celulares.
O tempo passava com calma, mas com sublimes sensações que experimentavam a dois, ainda estavam no princípio do que viria a ser uma quente tarde de amor quando...

Anónimo disse...

...Ela decide retriuir o prazer que estava a receber. Desce até aquele membro já erecto, e inicia, com a sua lingua, a chupar e lamber aquele objecto de prazer...

Leonardo Vieira disse...

Ai chupa igual a um quibom (Magnum...Lol).
Ele inebriado, curtia o momento, como se não houvesse amanhã!
Entra gemidos e grunhidos eles...

Salve Jorge disse...

(Ele tinha nos olhos cansados profundas olheiras, mas um brilho surgiu ao vê-la..) - Que bom que chegaste.. já não aguentava mais esse lugar... (os olhos dele desceram pelo corpo dela com o deslumbramento de um faminto..) Venha por favor.. (e tomou os dedos delicados dela entre os seus. Aproveitou para beijá-los enquanto o olhar ainda dançava pelo corpo dela, depois guiando-a para dentro, passando por ele, de modo a poder vislumbrar a beleza de suas costas, só menor que a da fronte.
Ela passou pelo modesto quarto como quem desfila, já que a graça dela era de mais para aquele lugar..) Desculpe a bagunça.. (ele disse seguindo-a e fazendo sinal para que sentasse na cama bagunçada.. ele foi até a pequena mesa e pegou ali as fotos..) Era disso que eu falava.. (e mostrou-as a ela.. as fotos onde ela se expunha nas poses mais obscenas junto a um ocasional amante.. ele sorriu vendo a preocupação dela assomar..) -E então, o que está disposta a fazer para que isso não chegue ao seu marido?

Um Momento disse...

Surpresos se olharam ...
O silêncio, a surpresa...pairavam no ar...


Beijo de bom fim de semana:)))

(*)

R@Ser disse...

Passando pra te desejar um ótimo fim de semana!
Bjim

R@Ser disse...

Passando pra te desejar um ótimo fim de semana!
Bjim

wolfhunter disse...

..., Limitou-se a olhar fixamente nos seus olhos, cor de ébano salpicado de estrelas brilhantes..., que tanto tinha amado,

E calmamente, ouviu as palavras que a sua boca dizia...

..., Foi a última vez que me viste, esquece-me...

..., Voltou-se, atrás de si ouvia sons, que nao conseguia perceber..., dirigiu-se ao elevador, desceu, e já no atrio, em passos firmes,avancou até às portas grandes, cor de prata, e descendo as escadas para a rua pensou..

... Tantas vezes que parti, para tentar voltar..., hoje, finalmente, voltei..., para partir de vez...

Bj

W.

B. disse...

(Não vou participar do jogo, desculpa. Juro que não é preguiça, apenas fiquei perdida nas continuações...)

Quanto à sua pergunta lá no blog - não, não há continuação... os dois textos são só duas brincadeiras pra fazer certas coisas ficarem mais claras. rs

Beijo meu.

Charlie disse...

Venho embalado pelas ondas espraiar-me nas areias das tuas praias, já só mar feito num só beijo...
Obrigado pela visita e palavras doces.

(ps. Posso participar no teu conto?)

carlos

mixtu disse...

hotel avenida

faz-me recordar o hotel avenida em Luanda

abrazo europeo

ps. cartas de amor???!!!