14 novembro 2007

Tardes de Loucura

… enche-se de mim, sabe exatamente o que gosto. Põe-me louca. Suga. Lambe. Bebe-me. Peço mais. Arranho. Imploro. Aprisiona-me o clitóris inflamado entra a língua e os lábios. Grito. Resito. Não mais me sei... Pertenço-lhe. Entrego-me. Perco-me.

...O beijo prolonga-se dentro de mim. Demora-se o mais que pode. Tortura. Paixão. Cada melimetro meu treme. Reajo. Tacteio a loucura, conhece-me tão bem no bailado do recomeço de tudo, do amor e do ódio. O prazer. Na sua boca sou devota. Tremo em mar ardente, deliro na urgência do momento. Fundo-me na sua alma. Gozo.... é agora... nos gemidos e nos gritos abafados... a liberdade...Venho-me!

... O sangue ferve. A respiração para. Em camara lenta tudo quase volta ao normal. Num sorriso cumplice é seu beijo que agora me esmaga os lábios, entre mimos e mordidas peço treguas, mas algo me diz que a batalha esta apenas a começar.

14 comentários:

Fátima disse...

Ai Diva, é sem duvida um dos melhores prazeres da vida, esses momentos de entrega sem limites, sem regras, sem medos, carregados de extase.
Que bom é poder disfrutar e depois poder prolongar esse prazer com muitos mimos e ternura.......


Besos calientes ;)!!!!

Anónimo disse...

Dobro os joelhos


Quando você me pega, me amassa, me quebra,
Me usa demais
Perco as rédeas
Quando você demora, devora, implora sempre por mais


"Eu sou navalha cortando na carne
Eu sou a boca que a língua invade
Sou o desejo maldito e bendito, profano e covarde
Disfaça assim de mim
Que eu gosto e desgosto, me dobro,"

beijo,
p

Pearl disse...

Xiça penico que até tou arrepiada!

Depois de ler isto a vontade é enfiar-me na cama... E garanto-te que não é para dormir!!!

Há saber usar as palavras e saber usá-las!!!

:o)))***

Som Do Silêncio disse...

Ufaaaaaa
ai mulher! essas batalhas são sempre uma delícia de travar...
Um beijo sereno

Kapikua disse...

Que batalha mais deliciosa...

Eu que sou um pacifista andaria em Guerra constante só para experimentar batalhas dessas! :D

Escreves bem demais sabes? Adoro ler-te!

Beijo

Kapikua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
The PoetHeart disse...

apenas digo, são os momentos simples que mais adoramos!

para que complicar as coisas?

Pura e simplesmente amar a vida, e aproveitar tudo o que ela nos dá!

make love, not war!

Anónimo disse...

Louca,
esta batalha tardava. Para se vencer a guerra tem de se saber esperar. Agora podes encomendar o champanhe ou serás uma eterna arrependida.

Beberei contigo.

Bj

Um Momento disse...

Se a batalha ainda está a começar... imagino a sua continuidade:)))

Beijo grande de quem gosta de te ler

(*)

RedLightSpecial disse...

Hummmm...
Nhamiiii...
E a cama já aqui ao lado.. acho q vou buscar companhia!
:P
Vou ali e já venho... ihihih!
Bjo*

Sr do Vale disse...

Como soldado, que golpeia, esfola, degola...
Agora vencido, rendo-me a você, Diva

Dhyana disse...

O TEXTO ferve querida, ferve.
Beijos...

un dress disse...

:) muita...ferVura!!




beijO

Su disse...

aiiiiaiaiaiai.... se a ideia era prender a respiração, ela parou, ficou tudo paradinho! n sai palavrinha de geito nenhum naoooo... vou ali tomar um banho gelado e já volto tá? nada como passar tardes com quem sabe o q faz, da cabeça ao pé! arrrr
:)