05 fevereiro 2008

Estranho...
Sangro desejo no mesmo instante em que disperdiço tempo escrevendo-te, melhor... escrevendo-me. Minha insanidade parece guerrear com a razão transformando esperas em realidades suspensas, o sonho deixa de ser carícia para se tornar numa agressiva bofetada tão infinitamente doce como o perfume que usas.

Estranho...
Continuo a escrever vestindo o cansaço em teias de lycra, renda preta e laços rubros tecidos artesanalmente em muitos minutos de conversas ansiosas e segredos ilustrados pelas mãos hábeis da aflição perdida no arfar descontrolado e na nua pele morena que me veste quando me distraio de tanto não me acostumar com a tua premeditada ausência.

Estranho...
O eco do teu riso vive em mim como uma desculpa para te lembrar sempre que me esqueço de te esquecer, tateando-te na lembrança do avesso de mil encantos salpicados no engano que é conhecer-te mais e mais em todos os dias que ainda virão, em muitos amanhas que prometem nascer deste embaralhado de vontades, sussurros, suores e muitos outros quereres que se esvoaçam neste agora.

Estranho...
De repente a certeza. Não há porque continuar a tentar escrever aquilo que só se explica sentindo.

10 comentários:

:-I disse...

A D O R O - T E.

:-I disse...

A D O R O - T E.

Sr do Vale disse...

Somos personagens com dupla identidade, por isso a dualidade.
Um racional, que tem que trabalhar, enquanto o outro navega em mundos pouco paupáveis, que estão pra lá do além de lá.

Um grande beijo.

NAELA disse...

Passei simplesmente para dizer que adorei o teu blog! Agora que comecei nao consigo parar....a descricao e a profundidade dos sentimentos sao de tirar o chapeu!
Beijos

:) disse...

De repente a certeza. Não ha porque continuar a tentar dizer aquilo que se explica tocando.

Vy disse...

Ola...

É verdade, por mais que procuremos palavras para descrever o que sentimos nunca o conseguimos fazer.
Faremos das palavras então, um desabafo dos nossos sentires.

Beijo
Vy

david santos disse...

Olá, Diva.
Texto: espectacular.
Imagem: linda, lina e linda.
Parabéns.


Ah, eu adorava ir para Moçambique.

:) disse...

lindalindalinda

Pearl disse...

Bravo!!
Este post deixou-me boquiaberta!!!
gostei mesmo... li e reli, e gostei e regostei!
:o)))***

variasformasdearte disse...

Incertezas;
Duvidas;
Ansiedade
...
Por fim, a Razão: o que é sentido, sem dúvida é a resposta para todas as nossas questões.