24 abril 2008

Acordei assim...

Namastê!!!
O sol nasceu preguiçoso como eu. Vi-o por traz da cortina sorrir-me, respondendo aos meus apelos de ficar mais uns minutos na cama. Fechei os olhos e me enfiei mais uma vez por baixo do edredon. Chegaste sem avisar... com a intensidade de um sopro me envolveste com amarras invísiveis, te consumiste da minha pele incerta e sem permissão arrancaste de mim um orgasmo de sonho e verdade.
Dos abismos existências da vida desenhaste na minha boca o beijo fantasma que flutuou febril pelos meus gestos amanhecidos. Trocamos a ausência pelo toque terno e intenso que me despertavam o corpo com alegria e atrevimento. Flutuei na carícia das palavras que me envolviam o feminino da alma trazendo fogo desmanchado aos sentidos muito exigentes.
Gosto de acordar assim, com a preguiça bordada por calor intenso e abraços prometidos, com o coração batendo em ritmo acelerado pelos acordes de um tempo incerto que se aproxima.

Não sei bem se sonhei ou se te inventei na memória. O certo é que passei o dia contigo...aqui...

5 comentários:

Crónica disse...

heheh
o que será
sonho
invenção ou
....
apenas
tesão???
Uiiii
acordaste mesmo?
queres que te belisque???
heheheh
Jinhuz crónicos

NAELA disse...

Linda o despertar da vida sera sempre um misterio!
Beijo doce!

Um Momento disse...

HUm...
Acordar preguiçoso...
Que nos leva a reais pensamentos ...vontades... e passar o dia assim...óh se é bom!
Um beijo sorrindo!!!

(*)

♀ Venus disse...

Sonho ou invenção...
O que importa?
A vivência do dia é a única certeza.

Bem vinda de volta.

Beijokas doces

Pearl disse...

;o)))***