27 fevereiro 2009

Moi


"I am an excitable person who only understands life lyrically, musically, in whom feelings are much stronger than reason.

I am so thirsty for the marvelous that only the marvelous has power over me. Anything I cannot transform into something marvelous, I let go.

Reality doesn't impress me.

I only believe in intoxication, in ecstasy, and when ordinary life shackles me, I escape, one way or another. No more walls."
Anaïs Nin (nao fui eu que escrevi...mas, poderia ter sido)

10 comentários:

Palma da Mão disse...

E tudo, em tão poucas palavras, linda, eu aprendi uma coisa, em pouco tempo até, a vida é tão curta para nos preocupar-mos demasiado com ela, e assim sendo, beber dela como se fosse o ultimo gole, faz de nós muito mais felizes.
beijinhos
Liliana

Eu sei que vou te amar disse...

Humm...inspire me;) Ha que ser radical ate na essencia!
Beijo docinho a sabor a fim de semana

Daniel Costa disse...

Avid

Moi je, ficar extasiado, com tanta sensualidade apresentada. Meus deuses!...
Um beijinho.
Ah!... o poema retrata uma situação real, lastimável, mas real.
Daniel

Bernardo Lupi disse...

Bom trecho...

Votos de um óptimo fim de semana!

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Não precisa de falar muito pra falar (quase) tudo!
beijos e borboleteios Avid

alexia disse...

Moi é um titulo que detesto:)))), ultimamente algo me persegue para o lado das suiças e até fico com pele de galinha qd leio qualquer coisinha em françes. Bem, dispersei-me do tema que é..toi( eu posso):)). E toi é uma "droga" muito do viciante:)), é natural que assim sendo, toi exige o máximo e o mundo do para lá da razão!
Moi sabe do que falas:))

Bisous:))

Liz / Falando de tudo! disse...

adorei o post, o anterior entao...hum
todos temos um pouco dessa avidao, dessa avid loucura!

A.S. disse...

Belo e sensual trecho de Anais Nin...

Como se as palavras caminhassem sobre a sua própria boca, ávidas de um corpo entreaberto...


Beijos...

~pi disse...

belo texto,

( também questiono cada vez mais dos limites constritivos e fatais da ´nossa´ pobre realidade...




~

em azul disse...

from the heart