18 junho 2009

Horas Extras

São 16:31, estou farto de estar no escritório, ainda tenho que terminar o relatório para o enviar por email hoje, estou a 6 meses na nova empresa, a tarefa de a organizer, ainda não atingiu a perfeição; penso que ainda faltam umas 4 horas de trabalho, estou cansado, exausto.
A nova directora regional, anda pelo escritório, também atarefada, nunca tinha olhado para ela como a vi hoje. Nunca senti de nenhuma insinuação da parte dela, mas alguns movimentos, alguns olhares, sempre me deram a entender que ela apenas está aqui para cumprir a sua missão, para trabalhar duro enquanto durar o seu contrato.

Quando fomos apresentados, ficou claro que cada um de nós tinha papeis diferentes na empresa, mas iriamos ter que trabalhar em conjunto, eu desenho e aplico toda a parte técnica, ela controla os custos, ou seja, sempre que precisar de gastar algum, tenho a que a convencer.
Sempre gostei da maneira executiva dela se vestir, mas para ser sincero, nunca me atraiu. Ela é muito bonita, mas como colega de trabalho, nunca me dei ao trabalho de olhar com outros olhos, com olhos de caçador, a procura de uma presa, nem sequer me dei ao trabalho de apreciar nela seja o que for, a não ser o brilhantismo profissional.

Já são 18:00, lá fora esta escuro, apenas a luz do meu gabinete está acesa, vejo ao fundo, que ela também ainda está no gabinete dela, o corredor esta escuro e eu não tenho paciência para ir ligar as luzes.
18:22, a primeira parte do relatório está pronto, tenho que imprimir o primeiro draft, e a merda da minha impressora não tem tinta, vou ter que imprimir na impressora de rede. Print! Oiço a impressora a começar a imprimir, são umas 40 paginas, vai demorar um pouco, vou fumar um cigarro. Para parecer poupado, vou apagar a luz do meu escritório, sempre fica bem mostrar a quem controla financeiramente o escritório, que também me preocupo com custos, e poupo alguma energia.

18:35, deito fora a beata, tenho que ir ver se já imprimiu tudo. O escritório continua escuro, mais escuro do que quando sai, vejo que a luz do gabinete dela também esta apagada, se calhar foi-se embora. Noto o silencio, a impressora já não imprime, ??? que é este murmurar? Paro, escuto, é uma mulher? Será que aconteceu algo? Ladrões? Será que o escritório esta a a ser assaltado? Paro silencioso, estes barulhos parecem-me familiares... familiares demais para parecer que alguém corre perigo…

O escuro, faz com que a audição desperte ainda mais, todos os pequenos ruídos parecem estar bem perto dos meus ouvidos. Alguém está a fazer amor? No escritório? Dou passos pequenos, tento parecer invisível, será que esta alguém mais no escritório? Será a senhora da limpeza e algum guarda? Será a nova secretária? A mulata toda impiriquitada?
Pelo canto, vejo a porta das ala de reuniões aberta, alguém esta sentado na mesa de reuniões, pernas abertas, saia puxada até a cintura, cabeça puxada para trás, braços apoiados na mesa, outra cabeça tapa as as partes mais intimas, foda-se? estão mesmo a comer-se no escritório? Mantenho-me silencioso, a curiosidade toma conta de todos os meus sentidos, vejo que alguém está de cócoras, enquanto beija ou se delicia nas intimidades de quem está em cima da mesa.

Os meus olhos começam a habituar-se á escuridão, vejo que quem está de cócoras é mulher, está nua, vejo o rabo Redondo, vejo que uma mão roça as partes mais intimas, vejo que um dedo desaparece aparece, vejo o brilhar dos fluidos do prazer, oiço sons que conheço bem, vejo uma tatuagem no ombro de quem está de cócoras, esta tatuagem é me bem familiar, vejo-a quase todos os dias no ombro da nova secretária! Ela aparentemente beija, lambe, enquanto se masturba; quem esta sentado na mesa de reuniões? Vejo cabelos loiros soltos, vejo que na cara, estão os óculos D&G de vista, da minha colega! Fodasse, é fufa? Nestas situações, a minha boca tenta fugir para as verdades!

Incrédulo, torno-me menos cuidado, já não estou protegido pelo canto da parede, nem noto!
Ela está a atingir o êxtase, os barulhos já não são nada controlados, já não existe receios, elas já não se controlam. A cabeça dela esta erecta, assim como eu, nenhum homem controla-se nestas situações, ela olha para mim, os seus olhos transmitem fúria, raiva, prazer, segurança, perdição!
Ignora-me a cabeça volta para trás, grita, vem-se, aperta a cabeça da secretária com as pernas, cerra os dentes, revira os olhos, GEME, agarra nos cabelos da mulata, puxa a mais para ela, olha novamente para mim… os óculos dela são atirados para o chão, continua a puxar a cabeça da secretaria para ela, com uma mão apenas, a sensação que tenho, é que não quer que a secretaria se volte para trás, as duas já notaram que eu estou ali.

Com a mão livre, chama-me com um dedo, eu olho para trás, será que me chama mesmo a mim? O olhar dela não deixa duvidas, chama-me a mim! A secretária desvia um pouco a cara, e de esguelha, vê que me aproximo, vejo um olhar maroto nela, típico de quem peca e com gosto.

A minha colega puxa me a mão, continua sentada, a secretaria continua a lambidela, puxa-me para perto, agarra-me pelo pescoço, puxa-me para os lábios dela, beija-me, está quente, muito quente, suada, transpirada. Os lábios dela envolvem-me a boca, a língua invade-me, rodeia, lambe-me a minha, estou excitadissimo!

Sinto outra mão a pegar-me na perna, massaja-me, sobre até ao sinto. Passo a minha mão pela nuca da secretária enquanto beijo a minha colega, agarro lhe os cabelos, puxo a para mim, beijo a também… sabe a sexo, o que me excita mais ainda. São três línguas misturadas, o meu sinto é desapertado, os botões são abertos ainda com mais mestria, pegam em mim, tacteiam-me!
A minha colega deita-se na mesa, a mão dela puxa a minha para o seu seio, a secretária está de joelhos em cima da mesa, vejo tudo, vejo brilho, vejo a escorrer, cheira-me a sexo, cheira-me a prazer!

Toco, suavemente, a mulata esta com o rabo levantado, os seios encostados na mesa, toco, roço, tacteio. Beijo-lhe a nádega, a outra, as costas! A minha colega levanta-se a saia escorre pelas pernas! Afasta-me, empurra-me para que fique de lado, aproxima-se da secretaria, enterra a cara nela, pega em mim, para cima e para baixo. Devo estar doido… isto está mesmo a acontecer? Puxa me pelo pescoço, em direcção as nádegas da secretária, junta-me os lábios à pele dela, beijo-a, ela lambe-a! mordo-a, ela geme!

Vejo pelo canto do olho, a minha colega sorve-a, a língua passeia entre o clítoris e o anos, os dedos dela tocam-lhe, penetram, a frente, outro atrás, enquanto ela a lambe, lhe toca com a língua, enquanto eu vou mordiscando as nádegas, apalpando os seios da mulata. PÀSSSSSSS, a minha colega dá uma palmada na nádega da secretaria. Esta descai, estica-se, fica deitada na mesa de costas para cima. As minhas calças são puxadas para baixo, sou lambido e chupado, mordido e beliscado, dói, mas sabe bem. Um preservativo é rasgado pelos dentes incisivos, é me colocado com a boca… Sobe para cima da mesa, mete-te de cócoras em cima da “Sandra” diz a minha colega… Obedeço como um soldado obedece um oficial…

Sinto me puxado para baixo, apontam-me, acertam-no, guiam-no.
Sinto a ponta a penetrar, é apertado, é justo, estou de cócoras e tenho que fazer força para baixo, entra, está quente, oiço gemeres, para cima, para baixo.
Sinto um toque nos testículos, algo quente, húmido, lambem-me, e eu penetro, para cima, para baixo, estremeço, arrepio-me.

A minha colega lambe os lábios íntimos da secretaria, enquanto a penetro, sinto os dedos dela a penetrarem-na também, tudo fica mais apertado, a mulata geme mais, grita. Vem-se. Sinto os espasmos, o tremer, que se transmite por mim!
Sai que agora é a minha vez! Obedeço novamente! Senta-te na mesa! Nova ordem!
Sento-me! Inclina o corpo mais para trás, inclino-me.

Ela está em cima de mim, de cócoras, a secretária pega em mim, guia-me, acerta, nova pressão; Vá, força, mete! Nova ordem! Sinto novo aperto, mais calor ainda, epá, será que estas gajas só gostam de levar no cu? As pernas dela estão abertas, ela é que se movimenta, sem se levantar!, vejo que tem experiência no que faz! Ordena, “Sandra” lambe-me! Enquanto a penetro, sinto o calor da secretária, sinto a língua, ela lambe a ela, e a mim, movimentos, prazer, aperto-lhe os seios, toco-lhe nos mamilos, estou me a vir…, venho-me, a minha colega não para, a mulata também não, sinto que não vou aguentar, quero gritar!

Sinto unhas a cravarem-se nas minhas pernas, oiço: vem-te mas atreve-te a murchar… Esta gaja é fogo hein? Não, não vou murchar, conheco-me bem, é preciso muito mais para isso… os movimentos são mais rápidos, a respiração dela, mais ofegante, os gemidos mais fortes, os dedos delas mais firmes em apertarem as coxas. Novo aperto, novos espasmos, sinto que ela se vem, o som sai-lhe pelo nariz, a boca soa a fechada, a secretária já não lhe lambe, afasta-se um pouco! A minha colega por cima de mim, já não faz apenas os movimentos sensuais, agora movimenta-se para cima, para baixo, vejo os músculos da perna dela, as mãos estão espalmadas na mesa, parece possuída, não para, para cima, para baixo… Grita, ahhhhhhhhhhhhhh, aperta-me novamente, novos espasmos, sito o ânus dela a apertar-se mais ainda! Ela para, sinto barulho de liquido, a esguichar, bzzp, bzzp, sinto aperto, espasmo, fico apertado! De lado, vejo a secretária com a cara molhada, escorre pelo queixo, pouco viscose, bastante fluido…

Eheheh, ri-se a secretária, chefe, hoje demorou menos a vir-se… hoje veio-se com mais força, acertou-me na cara, ehehhe, sabe bem… Eu ainda estou parvo, ela veio-se mesmo? Ejaculou??? Fodasse, esta gaja é fogo! O preservativo é me tirado, ela beija-me, lambe-me a língua, puxa a secretaria, que também me beija, provo o fluido, não tem sabor, mas sabe a sexo, não tem cheiro, mas sabe a sexo, são duas línguas a rebolar dentro da minha boca, são duas línguas a misturarem-se com a minha, a lutarem comigo.
Chega! Ordena a minha colega!, caros, espero que o intervalo tenha servido para descansarem! Tu tens que enviar o relatório! Tirei da impressora, assinei e deixei em cima da tua mesa. Vamos produzir!

Ainda não acredito bem no que e passou, nem na maneira fria como acabou! Puxo as calças, abutou-o os botões, e incrédulo, vou para o meu gabinete! Acendo a luz, o relatório esta em cima da mesa, um post it amarelo colado. Continuo a pensar na maneira fria em como tudo acabou…
Tento ler a nota do post it…
"Em minha casa as 21:30, eu e a “Sandra” estaremos lá para continuar o relatório, caso não estejas satisfeito. A Eduarda da contabilidade também vai lá estar, mais uma amiga dela, para nos ajudar a “dactilografar”, e a meter todas as cópias dentro de envelopes! Vem o mais casual possível! Só tenho fruta, chantilly e champanhe no frigorifico, se quiseres comer algo mais, tens que trazer, mas, nada de picante, pq pode arder..."

Eláááá, esta eu não vou mesmo perder…

Escrito pelo menino aqui... Sharky

14 comentários:

dyanna disse...

I like your blog.I'm waiting for your new posts.

Nanda Assis disse...

comecei lendo e de repende esquentou muito rsrs.

bjosss...

camaleoa disse...

Epá... Epá...
Não consegui ler tudo...
Tou no job... É melhor ler quando chegar a casa... Não vá o diabo tecê-las...

Ahahahahaha...

Bj

Única y Exclusiva disse...

História caliente e com uma escrita muito sensual. Extremamente lascivo!!

Obr por compartilhar.

Bjos ú&e

Palma da Mão disse...

Minha mãe, me perdi entre tanta mão e lingua, acho que me perdi já nem sei onde, mas que delicia, um bailado, será?Hmm, adorei:)
Beijinhos

X!mb!t@nE disse...

Hot, hot, hot... Ar, ar, ar...

Joseph disse...

É disto que o meu povo gosta!
Espectacular, sexy e sensual por demais;

Achei um pouco longo o post, talvez dividir em partes, não?
Atiça o apetite para ler e sentir o epílogo....

Sabes que gosto disto!

Beijinhos meus:-))***

Kimangola disse...

...entrando aqui reparo afinal que não saí, continuo na cratera/lava do vulcão e também tem abalos sísmicos...

na lava,
xaxuaxo

Sonhos e Devaneios disse...

que conto mais picante.....uauuuuu fiquei excitado e ansioso para saber da visita .......adorei
joao

Nilson Barcelli disse...

Um texto explosivo, cheio de sensualidade e erotismo.
O Sharky sabe do assunto... eheheh...

Beijo querida Avid

Kuxa Kanema disse...

WOW!!!! 5 estrelas!!!
Muito bem escrito. Deu para ver tudo.

Rui

Anónimo disse...

Ich meine, dass Sie den Fehler zulassen. Geben Sie wir werden besprechen. Schreiben Sie mir in PM. viagra preisliste cialis [url=http//t7-isis.org]cialis 20mg[/url]

Anónimo disse...

CiГІ che ГЁ attraente risposta [url=http://lacasadicavour.com/tag/cialis-online/ ]vendita cialis [/url]Molto suggeriamo di visitare un sito che ha un sacco di informazioni sul tema che vi interessa. http://lacasadicavour.com/tag/cialis/ cialis prezzo Questa meravigliosa idea avere solo a proposito

Anónimo disse...

alprazolam medication xanax grapefruit - xanax fluoxetine drug interactions