24 fevereiro 2010

Recomenda-se!


Invictus
William E Henley

Do fundo desta noite que persiste
A me envolver em breu - eterno e espesso,
A qualquer deus - se algum acaso existe,
Por mi’alma insubjugável agradeço.
Nas garras do destino e seus estragos,
Sob os golpes que o acaso atira e acerta,
Nunca me lamentei - e ainda trago
Minha cabeça - embora em sangue - erecta.
Além deste oceano de lamúria,
Somente o Horror das trevas se divisa;
Porém o tempo, a consumir-se em fúria,
Não me amedronta, nem me martiriza.
Por ser estreita a senda - eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
Eu sou dono e senhor de meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma.

5 comentários:

Dois Rios disse...

Já está na fila. Adoro Morgan Freeman e tenho ampla admiração por Nelson Mandela. Eis um filme imperdível.

Belo e denso texto de W. Henley.

Beijo,
Inês

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma flor. Uma fonte.
Um sorriso. Uma vida.
Tudo começa.
É importante começar bem.
Mais importante, continuar bem.
Seja sempre novo cada momento
do seu dia. Para fazer da sua vida
uma dádiva sempre nova.

beijooo.

Eu sei que vou te amar disse...

Ha uns anos atras li a biografia de Nelson Mandela, tenho um fascinio e admiracao enorme por ele, concerteza irei seguir a tua recomendacao!
Minha linda um beijo doce

Jojozinha disse...

anotado ;)

A.S. disse...

Avid...

Acho que é imperdivel!
O texto está soberbo e faz jus ao Nelson Mandela e ao Morgan Freeman!

Beijos meus!
AL