12 maio 2010

"Se for possível, manda-me dizer: - É lua cheia.
A casa está vazia – Manda-me dizer, e o paraíso
Há-de ficar mais perto, e mais recente
me há-de parecer teu rosto incerto.
Manda-me buscar se tens o dia
tão longo como a noite.
Se é verdade
que sem mim só vês monotonia.
E se te lembras do brilho das marés
de alguns peixes rosados
numas águas
e dos meus pés molhados, manda-me dizer: - é lua nova – e revestida de luz te volto a ver.”
Hilda Hilst

4 comentários:

Pearl disse...

Uauuuu!!!
:o)))***

Migalhas de Lua disse...

Bruxinha...
Eu bem tento mandar dizer... mas parece que não me ouves!...

Palma da Mão disse...

Por vezes gostava de saber todos os segredos da Lua e adormecer no colo dela até o Sol raiar...
Beijinhos miga

Tatiana disse...

Que lindo!
Adoro as palavras da Hilda Hilst.
Um abraço carinhoso