11 janeiro 2007

Amar


Tu não amas nunca o que tens
Ou quem tens
Tu apenas podes amar o que
Um dia poderás ter
Quem poderás ter

Amar apenas tem sentido
Se do sentido for
A apetência virgem
Incólume aos hábitos

Olha lá:
De que serve amar
O que já se sabe
Quem já se conhece?
Carlos Serra

2 comentários:

Cavaleiro disse...

Desculpa-me, minha Diva, mas detestei o texto, esse Carlos Serra está redondamente enganado, vale sp a pena amar, sp!!

Um bj terno
Cav

Diva disse...

cav querido...
Para isso valem as opiniões... Umas coisas gostam-se, outras não.Bom fim de semana...
Bjs meus