12 abril 2007

Filha do Desatino







Cansada sentou-se no único banco da primeira esquina que encontrou. Tinha caminhado todo o dia. Todo o ano. Toda a vida. Nunca chegava.

Sentada ali perante o astro maior, pegou no fio do horizonte e meteu com cuidado na agulha do prumo desconhecido e começou a tecer o seu destino. Fazia-o com cuidado como tudo na sua vida morta.
Delicadamente e sem pressa, sem o mínimo interesse ousado. Os fios de nada saiam da agulha e deslizavam em formatos desconhecidos. Transparentes e vazios.
Sentiu então inveja dos destinos traçados em fios dourados e pouco resistentes, mas que diferentemente do dela, brilhavam, sonhavam, amavam. Ficou ali apenas sentindo inveja, mas nem isso preenchia o vazio esvaziado da sua alma.
Enquanto tecia a tela que nunca se coloria decidiu que queria morrer vivendo... mas não queria mais viver morrendo. Isso... Nunca mais!!!

Naquele instante, o destino abriu as suas preciosas asas e se curvou a seus pés. Pariu-a ali mesmo, perante os olhos esbugalhados do fio do horizonte e da agulha do prumo. Foi um parto demorado, suado e lagrimado.
Nasceu então uma mulher infinita...

11 comentários:

Jacome D´Alva disse...

Uffff…
Cabem aki duas palavras.
fantástico... surpreendente.

bjs do indico

Anónimo disse...

Magnifico. Infinitamente belo. A mulher infinita habita em si!!!
Qdo é que nos brinda com um romance?!!
Espero que seja para breve.

Bruno disse...

Que lindo! Lindo texto.

Dizem que o verdadeiro viajante é aquele que está eternamente de partida, mas nunca chega.

João Cordeiro disse...

Olá Diva!
Belíssimo é apenas o que me apraz dizer.

Amiga eu faço-te chegar o livro... por estares longe não ficarás privada de o ter.
É só dizeres e eu mando pelo correio. Tu mereces...

Beijinho sonhador

un dress disse...

lindo lindo lindo!!!

beijos-de-estrelaS diva***

Alguem disse...

Ola Diva!

Obrigado pelo carinho deixado no meu blog, valeu tuas palavras obrigado.
Teu cantinho esta muito giro..
Prometo voltar mais vezes e te ler melhor, agora estou de partida:)
beijinhos e bom fim de semana que ja vem a caminho
Alguem

L.S. Alves disse...

Diva: mestra no erótico estás abrindo campo na fantasia. Ninguém segura essa mulher!

João disse...

De repente cheguei aqui, como esse fio que encontrou o infinito

Escorpiana Explosiva disse...

vim agradecer a visita.

Lu@r disse...

Lindo texto...

Foi bom te ler ao Domingo

:)

Beijo doce

*CLara* disse...

Lindamente perfeita essa frase: "morrer vivendo"

beijo.