04 julho 2007

Um ano, uma vida


Um ano de histórias de vida marcadas por momentos em comum que não se esquecem. A prova que vivêr não é apenas assistir e imaginar o que acontece á nossa volta. Porque não gosto de datas nem de despedidas, deixo-te apenas a verdade como marca. Os eleitos não nascem de geração expontanea como os cogumelos. Formam-se e crescem ultrapassando barreiras intransponiveis para a maioria mas sempre dentro dos limites da sua própria consciência. Sem ultrapassagens nem atropelos aos outros. Pisando todos as fronteiras. Testando os seus próprios limites. Assumindo em cada acto a responsabilidade integral. Sem transferências nem desculpas fáceis.
Tal como dizia Paulo Coelho "O amor se descobre através da prática de amar e não das palavras."
Parabens por seres como és. Obrigado por me aceitares como sou.

escorpião

6 comentários:

cm disse...

a pratilha sempre....e os meus parabéns

Diva disse...

"As memórias são
Como livros escondidos no pó
As lembranças são
Os sorrisos que queremos rever, devagar
Queria viver tudo numa noite
sem perder a procurar
O tempo, ou o espaço
Que é indiferente p'ra te poder sonhar..."
Memórias de um beijo
Luís Represas

...Porque me fogem as palavras...
Bjs meus

A.S. disse...

A vida é uma aprendizagem permanente...


Um terno beijo!

Vity disse...

Ola...

Parabens, não pelo "um ano", pessoalmente acho os "tempos" pouco importantes...
Mas parabens pelas tuas palavras, por seres mulher inteligente que sabe que o respeito e a confiança é a base de um bom relacionamento.
Aceitar-mos os outros tal como são e não pretender "moldá-los" a nós é respeitar a sua personalidade, é dizer que: te amo pelo que és...

Beijocas
Vity

Bruno disse...

Parabéns! E que nos anos que vierem, jamais percam esse sentimento de frescor, de descoberta.

Beijos

Jac C. disse...

Olha... sou escorpiana.
Algo em comum?
Bjs