19 maio 2008

Trapézio de fogo

A segunda-feira anda lenta. Navega nas teias do tempo estendendo pelo meu dorso um manto bordado apenas para guerreiras destemidas. Mulheres que fazem das horas danças sismicas de alegria que apenas o vento consegue observar. Os momentos, filamentos do tempo, amadurecem a inquitude dos sonhos e traçam em mim ternuras quentes e emigrantes. A disposição pede desejo, tacteando tremores precipitados que se libertam infieis pelos poros da minha pele transpirada. Como faz calor hoje! Meu perfume pede abraços quentes e beijos molhados, flutuo em cada letra como se de um licor se tratasse, derramo nelas meu calor e meu pensamento, dispo a pele e desenho vidas por viver.

Este post? Apenas o caminho que me leva por ruas sem nome, becos perdidos entre o vertíce escondido entre as coxas cada vez mais apertadas, uma prisão onde embalo segredos em fogo, embebidos na humidade de uma magia alimentada em quereres proibidos, silêncios infieis e destinos incertos. Dificilmente serenarei a vontade, hoje. Trago fome de sexo no rosto e sede de paixão no corpo almadicoando cada pedaço de terra que me distancia de quem muito quero. Dificilmente lapidarei esta chama que me acompanha, impertinente e devastadora que me empurra como um fumo negro até as mãos da loucura.

Hoje... meu corpo não me obedece! Acariciar-me sera inevitavel...tirar com pressa estas roupas que sufocam, introduzir em mim um dedo e depois outro, alucinar-me a cada movimento mais rápido, render minha carne ao prazer, massajar e enterrar-me em mim. Estremeçer é urgente...

11 comentários:

ximbitane disse...

Sublime!

NAELA disse...

Poderoso! Não tenho mais adjectivos! Neste texto amiga o dia rasteja com uma vontade inebriante de fazer loucuras;)
Beijo doce

delusions disse...

"Trago fome de sexo no rosto e sede de paixão no corpo almadicoando cada pedaço de terra que me distancia de quem muito quero."



porque há sentimentos que se encontram noutras almas em outros corpos e onde nos lemos como em nós...




Sofia*

As Chamas do Fénix disse...

Amiga...

Não sei se sabes mas já estivest envolvida...num desafio no meu cantinho... ;-)
Agora com respeito ao teu post... quem não tem cão caça com gato... pelo que força amiga...entra no teu corpo e sonha com o corpo de quem desejas...

Uma Grande Chama para ti... Beijos

NM disse...

Muito simpático e acolhedor este teu espaço. Voltarei com mais tempo.

http://krigsmjod.blogspot.com
http://prazeroculto.blogspot.com

NM disse...

Muito simpático e acolhedor este teu espaço. Voltarei com mais tempo.

http://krigsmjod.blogspot.com
http://prazeroculto.blogspot.com

NM disse...

Muito simpático e acolhedor este teu espaço. Voltarei com mais tempo.

http://krigsmjod.blogspot.com
http://prazeroculto.blogspot.com

intimidades disse...

adorei oultimo paragrafo

jokas

Paula

Salve Jorge disse...

Se estremecer é urgente
Perdoe meu jeito impertinente
Ofereço uma mão
Para que aceites com a sua
Já a imagino nua
Já a teria aqui mesmo no chão
Mas sois dama
De inigualável chama
E tudo que derrama
Eu bebo em profusão
Por isso lhe mordo as coxas
Mordida que ficariam roxas
Nesse cosmos da tua carne
De estrelas insulares
Onde me detenho
Me entretenho
E com todo meu empenho
Arranco-te suspiros de satisfação
Pois esses teus lábios
Ah esses teus lábios
Ai de mim nesses teus lábios
Astrolábios
Que guiam minha navegação
Os percorro
Cuidadosamente
Sorvendo
Seu jeito indolente
Minha língua corre rente
Na silhueta do teu prazer
Invade
Suga
E invade
Navegando seus mares
Seu perfume
Até o cume
Até gozares
Com todo alarde
Nos meus lábios...

Jácome D`Alva disse...

Neste blogue cheira a desejos incontidos por força das memórias de momentos vividos ou simplesmente a imaginação prodigiosa da autora transporta-nos a outros níveis dos sentidos e do sentir.

"tacteando tremores precipitados que se libertam infieis pelos poros da minha pele transpirada", me despeço...

Não pares de nos surpreender...

un dress disse...

devast ação :)








beijO