18 agosto 2008

Yap...


Nem sempre sou só putaria, em dias de chuva, como hoje, tenho ares de poesia.

8 comentários:

daniel disse...

Diva

Ui... altamente, poéticamente? Talvez!...
Beijos
Daniel

Dois Rios disse...

Em dias de chuva ou dias de sol o que se é ou o que se quer...será mesmo coisa do tempo? rss...

Bjs,
Inês

Salve Jorge disse...

Quando és putaria
Eu versaria
Até o ápice da tua poesia
Que é tanta magia
NO teu dia-a-dia
Ou nas tuas coxas vadias
Que me desvaria
Me extasia
E nesse poema
És o meu lema
Meu teorema
Minha melhor verbalização
Em maestria...

Bia disse...

Lindooo... :D
Forte !

Todos temos dias... :D


miminhos.. atrevidos!

L.S. Alves disse...

Nem só de sacanagem vive o homem.
Há de se ter poesia também.
Beijos.

O2 disse...

Poesia poderosaaaa!
:)

Adorei o texto, um must!

Jean Carlo disse...

Belíssima poesia.

A.S. disse...

Numa emoção suprema...
és tu o próprio poema!!!


Beijos doces...
AL