19 janeiro 2009

Next!!!

Tirei férias de ti. Percebi que não mais me ouves o olhar. Que aos poucos me deixaste de compreender o cheiro, a saliva, o suor e os gemidos. Esquecei-te porque não mais me levas ao limite. Sai devagar do teu hálito morno e já quase sem vida que não me deixava gozar na tua boca por antecipação.
Não bati a porta com força mas, sai. Fiz de ti o primeiro aplauso para o fim do último acto. Desabotoei as memórias uma à uma. Nuas. Despidas. Ausentes. Assim aconteceu o adeus que nunca me disseste. Vazio.
Preferia que me dificultasses os sonhos. Quem me deixasses marcas nulas na pele, que me transitasses pelo corpo e saísses finalmente na última unha ruída, inquestionável e desnecessária.
Desmemoriei-me. Deixei-te para traz como uma bagagem com excessos e fiz do acaso o ponto do desencontro. Perdi-te por ai no aroma que já não se consegue juntar a mim para formar poesia alguma.
Abandonei-te tarde demais. Nada mais ficou além dos momentos. A embriagues passou. Cortaram-se as pontes entre nós dois. Calaram-se as palavras. Terminou e não quero mais voltar. Apaguei os sinais de fumo que me levavam até ti. Stop.

11 comentários:

DESIRE disse...

Como eu te compreendo!
Ando a tentar esquecer ntambém!
Tens um selinho lá no meu blog! Já o foste buscar?
Beijos prometidos

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Stop! Foi o mundo ou o automóvel que parou?
Entendo bem este sentimento de ti, Avid!
beijos e borboleteios

X!mb!t@nE disse...

Stop! Parei! Fogo, este post é tao meu!!!

Anónimo disse...

Numa terra em que ninguem cumpre os sinais de Stop, duvido muito dessa tua decisão. Até porque a Vida precisa de alimento para continuar a fazer sentido!

O2 disse...

Lindo! Magnifico! Bom mesmo, valeu pelo texto que originou, vale sempre a pena...

Ansiosa pelo seguinte!

NEXT!

:)))

Besos

alexia disse...

Férias e stop...não consigo sentir convicção e no entanto sinto a minha propria irracionalidade!
Num abandono ficam sempre só as memorias, grave é que temos tendencia a esconder as mas e elevar as boas...e lá acabam as ferias:)
beijinhos

jorginho da hora disse...

Quando a gente precisa dizer a alguem essas coisas, é porque ela ainda habita em nós.
Faz tempo que quero conhecer um blog moçambicano. Finalmente!

Mil beijos!

Tana disse...

:( STOP STOP STOP
preciso mm dar um stop nisto td...
compreendo-te!

Beijos *

Eu sei que vou te amar disse...

Stop!! Deixa-me ler-te mais uma vez, engolir as palavras, os sentimentos e aplaudir ao primeiro acto! Esta maravilhoso!
Beijo minha linda

Daniel Costa disse...

Avid

Alta lá!... Stop é para parar, é a espéciei de máscara a encimar a croniqueta? Opss... será à séria?
Beijinhos
Daniel

Anónimo disse...

no problem, brakes applied.....