26 março 2008

Provocação

Desafio-te com a boca e as mãos, aqui e agora. Eu dispo a pele e tu as palavras, faço o desejo viver na brisa e por minutos sais do recesso da sintonia do meu desconhecer.

Desafio-te, sem corpo, sem alma, sem nada. Eu e tu. Ponto final. Matas-me a fome e eu engulo-te a sede. Toque á toque terminamos a poesia e partimos para a prosa. Saímos do tremor e do olhar… entramos sem delicadeza nos sentidos e nos gestos.

Desafio-te, a sair do caminho certo e perde-te na deriva de mim, dou-te asas e em troca ofereces-me sonho. Loucura. Pecado. Tira a normalidade da letra e veste-me de tempestades. Tuas.

Desafio-te, toma-me como iguaria que te engulo como água, jorra em mim desejo desconhecido que em ti plantarei cores em sangue e aromas em sal ainda por descobrir, derrete-me trepor lento e poderoso que em troca me oferecerei sem sacrifício em teu altar.

Desafio-te, a não falar de amor, a viver instantes, a quebrar correntes, a traduzir desejos,
A recolher magias, a dançar em volúpias e a cumprir silêncios, a acalmar meu querer e saciar meus instintos.

Desafio-te, acima de tudo a concordares que no fim de tudo, eu não existo!!!

Arriscas?

15 comentários:

Su disse...

Poderosaaaaa!!!

Este texto ta muito bom parabéns!

beijooo

O renascer da Fenix disse...

Onde é que assino...

Uma Grande Chama para ti... beijos

Valentim disse...

Aceito o desafio
Você não vai se deccepcionar. Beijos.

Salve Jorge disse...

Bem sabes que arrisco
Pois só o teu não ser
Sabe me deixar tão arisco
Para lhe sorver
A cada rabisco
É doce o teu risco
Que me faz enlouquecer
Quando vem me envolver

Larguei das palavras
Porque tua pele
É o que me impele
E se despida
Com sua indecência atrevida
Chego nessa brisa
Pra te lamber a nuca
Mordendo sua fome

Vim ser tua água
Sem qualquer poesia
Apenas a prosa
De cheirar tua rosa
Passar do tremor
E morrer no ardor
Dessa sua primazia
Que me consome

Faz tempo que estou na tua deriva
Mas vou com minhas asas
De ti quero as brasas
E prometo mais que sonhos
Um banho em suor
Um gemido urrado
Tempestades de pecado
Na loucura de nossos corpos colados
Tuas
Nua
Sua
Ressoa...

Bem sabes que és minha iguaria mais rara
Minha delícia mais cara
Minha tara
Antes de ti era tudo torpor
Agora não cessa o ardor
Esse furor
De te devorar
Viver em teu umbigo
E subir pelo teu íntimo

Você é meu instante mais eterno
Suas correntes não tem concorrentes
Pois cada desejo teu
É como um camafeu
E mesmo sendo distintos
Sou viciado nos seus instintos
Nas tuas garras em minhas costas
Nas tuas coxas
No descruzar que me ofereces
Nesse seu não existir
Que dialoga comigo
Em Passárgada
Numa cama de lazer
Onde fazemos arte de nossas vontades
E vertemos prazer
Com ímpar magnificidade...

Noivo disse...

adorei as palavras mas tenho de confessar: a foto está genial:)

Anónimo disse...

Louca,
Qual seria o (a) inconsciente capaz de duvidar sequer, que tú existes?

Começo é a acreditar que a tua "dupla" socialmente aceite, começa a desaparecer aos poucos. Engolida pela virtualidade e pela adrenalina acumulada.

Parabens pelo texto e pela ilustração de ti. (ela parece uma das princesas modernas de um post anterior. Fadas e Vida)

um beijo

Kapikua disse...

Claro que arrisco!

Como recusar um desafio desses?

Beijo!

Sr do Vale disse...

Levo-a comigo
E disolvo-a em corês

♀ Venus disse...

Desafio-te a não te desafiares.
;-)

Beijokas

L.S. Alves disse...

De fato me perdi na fluência das palavras. Me encantei comno ritmo. Me esqueci das frases e do sentido. Apenas absorvi a cadência.
Beijos.

Pearl disse...

UAU!
Confesso a minha súbtil inveja, gostava de saber escrever assim!
Tudo neste texto está fabuloso!!
:o)))***

markus disse...

Diva,
desafio aceite, onde assino?...Parabéns pelas palavras bem "jogadas" e com força.Bom resto de semana.Bjos*********

NAELA disse...

Uma sugestão deveras aliciante...lindo desafio de palavras:)
Beijo

Marta Ribeiro disse...

ﻷღﻷ Pequeno....
ﻷღﻷ Simples....
  ﻷღﻷ e importante.....
ﻷღﻷ Grande como o amor.....
  ﻷღﻷ Pequeno como a distância.......
ﻷღﻷ Simples como eu.....
  ﻷღﻷ Importante como *VOCÊ*..
----o@@@@@@------ -----@@@@@@!
-o@@@@!!!!!;;;@-------@................::;!@
“O@@!!!!!!!;;;;;;;;@---@.................:;;;;;;!@
@@@!!!!!!!;;;;;;:::.@@.................:;;;;;;;;;!@
@@!!!!!!!!!;;:::::............................;;;;;;;;;;!@
@@@!!!!!;::::......Os amigos............;;;;;;;;!@
-@@!!!!;;:::::....são a melhor ..............;;:;!@
--@@!!:;;:::::::: coisa..........................;;!@
----@!!!!;::::::::... Q Deus fez................@
------!!!!!;:::::::::...............................@
--------!!!;:::::::::::.........................@Por isso
-----------!!!;;:::::::::..................@Valorizo
--------------:::::::::::..............@Os que eu tenho...
------------------::::::::.......@Isso inclui Você!!!

Dhyana disse...

adorei o tx. adorei.
bj